Green Chemistry

Greening Across the Chemistry Curriculum English | Versión en Español Flag Spain| Versão em Português (Brasil) Flag Port

Um Módulo de Química Verde 
Uso Sugerido: Disciplina descritiva de química inorgânica durante uma discussão sobre a fabricação de papel ou uma disciplina de inorgânica descrevendo agentes oxidantes ou o efeito de substituintes em reações redox de organometálicos.
Voltar para o Módulo Verde de Química Inorgânica

Ativadores Oxidantes TAMLTM: Agentes Branqueadores Verdes para a Indústria de Papel

DICAS PARA O PROFESSOR 

GERAL

Daryle Busch, presidente da Sociedade Americana de Química disse que “A química verde representa os pilares que sustentam o nosso futuro sustentável. É imperativo que se ensine o valor da química verde para os químicos do amanhã.”

Como a química verde está se tornado rapidamente a onda do futuro, nós acreditamos que é muito importante que estudantes estejam expostos À química verde em várias disciplinas ao longo do seu currículo de química. Estes módulos de química verde foram desenvolvidos por uma equipe composta por membros da Universidade de Scranton com o objetivo de inserir química verde em disciplinas específicas que fazem parte do currículo de química. Esperamos que outros instrutores possam usar esses módulos como modelos para inserir a química verde em suas disciplinas. Queremos que os instrutores os usem, modifiquem e copiem de acordo com suas necessidades para fins educacionais, entretanto, qualquer uso comercial é proibido, exceto com permissão expressa dos autores. Gostaríamos que você nos dissesse como e quando os módulos foram utilizados (michael.cann@scranton.edu). Isto nos auxiliará no acesso aos resultados deste projeto.

Para que você utilize os módulos, nós sugerimos que você primeiro peça a seus alunos para lerem a Introdução à Química Verde e, depois, o módulo específico da sua disciplina. Você poderá então discutir este material na sala de aula. Para lhe auxiliar na apresentação na sala de aula, cada módulo é acompanhado de uma série de slides no Power Point. Você poderá, eventualmente, pedir aos alunos para que imprimam os slides em Power Point, para ajudar nas anotações.

Embora cada módulo tenha sido desenvolvido para uma disciplina particular, nós estimulamos os instrutores a lerem atentamente todos os módulos e encontrar maneiras de inserir mais química verde em todas as disciplinas que eles ensinam. Outros esforços para levar a química verde à sala de aula podem ser encontrados em greenchemistry.html

Módulo TAMLTM

Este módulo foi desenvolvido para ser usado tanto em uma disciplina de química inorgânica descritiva como em uma disciplina de química inorgânica avançada. Na disciplina descritiva, o módulo poderá ser utilizado quando se estiver discutindo a capacidade oxidante dos halogênios, juntamente com a geometria geral de coordenação envolvida em ligantes macrocíclicos. A substituição gradual do cloro gasoso e do dióxido de cloro por reagentes mais verdes poderia ser um tópico apropriado para discussão.

Na disciplina de química inorgânica avançada quando se estivesse discutindo mecanismos de reações e o efeito dos ligantes na habilidade oxidante dos complexos de coordenação. Tradicionalmente, o reagente de Fenton é utilizado para ilustrar a importância de se considerar as etapas elementares envolvidas no curso de uma reação. O reagente de Fenton consiste apenas de Fe(II) e peróxido de hidrogênio. Esta mistura é capaz de oxidar muitos substratos orgânicos que são resistentes à oxidação. O aumento do poder oxidante deste reagente não é tão óbvio, até que a formação do radical hidroxila possa ser vista na seqüência reacional. Os ativadores TAMLTM discutidos neste módulo são agentes oxidantes Não-Fenton, que utilizam ligantes tetraamida. Estes complexos podem ser discutidos durante a parte da disciplina que trata da coordenação macrocíclica, da regra EAN e reações de catálise. Nenhum material adicional precisa ser introduzido na disciplina, ao contrário, sugerimos que estes ativadores TAMLTM possam ser usados para discutir a importância dos substituintes nos ligantes frente à performance dos complexos metálicos dentro do amplo tópico da catálise.